terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Virando Páginas


- Eu ainda não entendi o motivo de me tirar da cama às 7 horas da manhã! – Disse McGold um tanto irritado.
- Eu... Eu tive um sonho muito estranho e preciso da ajuda do meu melhor amigo!
- Sonho?
- É. Nele o Rufus me falava que eu havia causado a sua morte, a dele e a dos meus pais. Eu estava velho, no teu velório, ou algo assim.



McGold ficou parado me olhando.
- Que foi? – Perguntei.
- Você andou usando drogas?  - John me encarou.
- Não! Eu estou falando sério, John. Eu acho que descobri qual é o meu problema.
- Sério? Boa evolução! – John foi irônico. - Fala! 



- Eu acho, ou melhor, eu tenho quase certeza que não amo mais a Marina.
- Como assim?
- Eu passei esses anos todos esperando por ela pra que?! Cara, o que tinha de acontecer entre eu e ela acabou naquele dia que eu a vi me traindo. O que eu sinto por ela é, na realidade, um remorso... Um medo. Um medo de não conseguir ser feliz como fui naquela época! Um medo de não saber amar e de não ser amado. 



- Ok. Você sofreu durante esses anos todos por uma garota que você, AGORA, sacou que não ama?
- Sim.
- Cara, na boa... Isso até sua mãe já sacou! Você simplesmente estava com o orgulho ferido. Confundiu ódio com amor. O beijo, na virada do ano, foi simplesmente um impulso seu por querer saber o que sentia.

Finalmente eu entendi meus sentimentos. Finalmente eu voltava a ser o Edward de antes.



Naquele instante o telefone tocou. Ao atender, uma doce voz soou do outro lado da linha.
- Alô? Olha...Eu peguei um cartão seu com a Rosana... Bem, hoje é sábado... Vi aqui que você está de folga... Topa dar um passeio?



Mirante Boggard. Foi lá que a Carol marcou de se encontrar comigo. Eu nunca mais havia agido assim em minha vida.
É claro que o John ficou zoando com a minha cara por eu ter aceitado sair com a Carol, segundo ele eu estava realmente mudado.



Estava parado, admirando a visão da cidade, quando uma doce voz ecoou atrás de mim:
- Demorei?  



- Não. – Disse assim que me virei para ela. – Acabei de chegar.
- E então, o que você quer fazer?!
- Ah, você que me convidou... Você quem manda!

Carol calou-se por alguns instantes.



- O que foi?! – Perguntei.
- Desculpa.
- Pelo o que?!
- Por eu ter te ligado... Na realidade eu não estou nada bem e a Rosana está tão feliz que não consegui falar nada para ela. 



- O que aconteceu? – Indaguei.
- Não sei... Eu estou me sentindo sozinha.
- Quer ir almoçar lá em casa?!  Ai a gente conversa melhor...
- Pode ser. Obrigada, Edward! – Ela parecia aflita.
- Não há de que.



Após eu ter preparado um almoço simples, eu e Carolina passamos uma tarde deliciosa. Conversamos. Brincamos com o Rufus. Eu parecia não mais estar ligado ao meu passado, parecia que uma nova janela, ou melhor, uma imensa porta, havia se aberto diante de mim. 



Já era noite quando, exaustos, sentamos sobre a grama do quintal de minha casa. O brilho das estrelas não era tão perfeito quanto o de Sunset Valley, mas, de qualquer forma, era bonito.



Deitei sobre o gramado e Carol recostou-se sobre mim. Eu a abracei. Não sei porque, mas com ela eu me sentia protegido, forte, seguro.

- Obrigada. – Disse Carol em voz baixa.
- Por quê?!
- Por me fazer sentir feliz.

Começamos a nos olhar por alguns instantes. Ali eu parecia ter, novamente, sentido vontade de estar com alguém. 



Não sabia direito o que estava sentindo e, naquele momento, meu “instinto masculino” falou mais alto. Carinhosamente joguei meu corpo sobre o de Carolina. Ela me olhou um tanto assustada.
- Eu... Quero muito ficar com você. – Falei um tanto embaraçado.
- Eu... Também. – Disse Carolina com a voz trêmula.

Nos beijamos. Era um beijo que não sabia dizer se era de amor ou de amizade, mas que naquele momento estava me fazendo feliz. Eu havia conseguido romper a barreira que me impedia de viver o presente em prol do passado. 



Continuamos ali. Juntos. Em uma troca mútua de carinho. Após algum tempo eu a levei para a casa de Rosana e ao voltar para casa eu percebi que eu havia recuperado a minha auto-estima. Eu percebi então que eu estava vivo e que a felicidade não pode ser esperada, e sim conquistada.

◘ Avisos ◘

○ Pessoal, primeiramente desculpa pela demora em postar a atuh! Vida de pré-vestibulando é tensa! hehehe' Mas aqui está =]
○ Sobre a atuh de sábado, ela deve sair à noite ou no domingo =/ Não tenho as fotos ainda =/
○ Agora, as postagens são feitas no nome de Aníbal Bastos e não no de "Edward Smith". =] 

15 comentários:

  1. Hehe, esperava por esse momento kkkk
    Ed, Ed, Ed! Carol, Carol, Carol!
    Esses dois nasceram um pro outro...
    E ela é demais kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maikon \õ/
      Sim, os dois estão juntinhos *-*
      Mas bem, será que eles vão ficar? Eu ainda não me decidi ._. Marina. Carol. Outra pessoa. Sozinho D;
      Iiiih... E nem sei se essa enquete vai ajudar heheheh' ;B
      Sim, a Carol é INCRÍVEL *-* Te falo isso porque sei a personalidade dela de cabo a rabo ;B Vocês ainda poderão conhece-la mais ;]
      Abraços \õ

      Excluir
  2. Ain cara, eu amo o McGold SOKAOPSKPOAKSPOK'
    Que bom que finalmente tomou jeito hein... Perceber o que realmente sente é um avanço enoooorme ;)
    Bom, não posso dizer que esperaaaava mesmo por esse momento, mas fico feliz que tenha ficado feliz! Um pouco de alegria pelo menos, quem anda deprimida agora sou eu ¬¬' Carol serviu pra trazer alegria pro Ed, e consequentemente pra mim, um pouco! *-*

    Beeeeijos ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaque *-*
      O McGold é ÓTIMO! Juro que quando escrevi essa atuh, eu mostrei pro Maikon e a gente se acabou de rir pelo msn hehehe'
      É, o Edward parece estar mais decidido... MAS, ainda acho que ele pode voltar a ser mais pensativo ;B Acho que agora, com a Carol, ele vai agir mais pela razão do que com o coração... Pelo menos no início... =]

      Beijos Filha Ingrata ;**

      P.S.: Porque você ficou deprimida? '-'

      Excluir
    2. É bom mesmo o Ed agir mais com a razão, porque se acontecer aquilo tudo de novo, eu vou te dar uma surra! ;D
      Por mim o Ed tinha que ficar com outra, isso sim (66~ hehe'
      Será que eu posso simpatizar mais com a Carol mais pra frente? Conheço ela de outros tempos ¬¬'... E pra piorar ela é MUITO LINDA!

      Ingrata? Eu tiro uma parte do meu dia incrivelmente atarefado pra vir aqui comentar, e ainda sou ingrata? Não volto mais tbm!
      Eu ando beeeem dramática '-'

      Beeeijos Paain ;*

      P.S.: Ahh meu lindo, não foi nada da atuh que me deixou deprimida não viu!? São uns problemas amorosos, isso é tão triste =/

      Excluir
    3. Ah filhota, nunca se sabe... O ser humano é inconstante né? hehehe' Esse "outra" é algo relacionado a uma certa Jaqueline? (oferecida u__u')
      Ah, a Carol é um verdadeiro amor! Mas é como eu disse, todas as pessoas têm defeitos... Até eu não sei ainda qual o dela... hehehe' Ela é um tanto enigmática... (até mesmo para mim ;B) Aliás, o único que tem um passado transparente e que, provavelmente, não tem segredos é o cachorro hehehe' Sobre os outros... Bem... Nem tudo da vida deles precisa ser contado ;B hehehe'
      Ingrata =/ Abandonou o pobre e velho pai =/
      Volta sim porque me ama e eu te amo *-* (percebi que você anda dramática =/)
      Sobre o "P.S.:" eu amei a parte do "lindo" kkkk' *-----* Sua linda *-*
      E se o Rafael fizer algo pra te magoar, me avisa tá? Tenho uma calibre 45 aqui prontinha para o uso u__u' heheh'
      Ah, se te serve pra motivo de felicidade, tenho um novo projeto pra depois dessa história... Já tem dois capítulos escritos *-* E te garanto, é COMPLETAMENTE diferente de tudo que já fiz...*-* Mas é fofa! *-*

      Beijos ;**
      Fica bem tá?

      Excluir
    4. Jaque, você tem facebook? =/

      Excluir
    5. Ah Paain, talvez seja relacionado a uma certa Jaqueline sim! kkkk' (não sou oferecida, to carente u_u' kkkk)
      Se até pra você a Carol é enigmática, nós (leitores) estamos perdidos... Mas tudo bem, não queria saber os defeitos dela mesmo RUN!
      É exatamente por ele não ter segredo nenhum, que eu amo o Rufus *--*
      Ta, eu só volto porque te amo e você me ama *-*
      kkkkkk' Vc é um lindo msm *--*
      Há, pode trazer sua 45 então, ele já fez isso bem mais do que devia! ¬¬'
      Não acredito que já tem outro projeto Paaaaiin *-* Claro que é motivo pra felicidade, você vai me contar tuuudo ;D

      Nada de face Pain, mas se eu fizer um você fica feliz? kkkkk' Só sei me comunicar por sms ;)
      Beeeijos ;*

      Excluir
  3. A Carolina é muito bonita e fazem um par lindo. Também achei ela muito delicada, cuida bem dela.

    Filhote, onde arranjou essas poses?

    Beijinho!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beaz,amiga, vc anda muito interessada em poses e etc e tal, né?

      Suas próximas atualizações prometem...Já tou vendo vc e aquele bonitão da França...Kkkkkkkkkkkk

      Tbm gostei das poses...Rsrsrsrs

      Excluir
    2. Mamãe *-*
      A Carol é muito bonita MESMO! *-* (modéstia à parte heheh') Ela é muito delicada e extremamente carinhosa... Mas é claro que todas as pessoas têm defeitos... Quais serão os dela? ;B
      As poses eu arranjei nesse site: http://mysims3blog.blogspot.com/search/label/Custom%20Poses
      Baixei a maioria, porque são PERFEITAS *-*

      Beijos ;*

      Excluir
    3. Chris, eu to percebendo o interesse dela u__u' Raiai! Se ela e o francês se derem bem, vou amar ver minha mamãe feliz depois do crápula do papai (poi7) ter fugido, ou morrido, ou sei lá o que heheh' Agora, se ele trair ela... A coisa vai ficar... Extremamente feia ;@
      O link das poses está ai em cima ;B Espero que goste heheh'
      Beijos ;*

      Excluir
  4. Amei! Gosto de histórias escritas por homens, é interessante a narrativa e me agrada muito. A alma masculina é beeeemmmm mais simples que a feminina.
    Estou feliz por Ed ter acordado para a vida, existem pessoas que passam uma eternidade tentando dar a volta por cima e não conseguem. Você ficaram lindos juntos!
    beijos !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vózita, eu ainda não me decidi. Eu prefiro escrever sobre os caras românticos... Sobre mulheres, escrevo um tanto que pensativo, porque vocês são MUITO complicadas... Mas mostro as duas faces ;B A mulher do ponto de vista romântica e do ponto de vista conflituosa (fiz isso em Caminhos da Vida, que a Marcela era uma mocinha, a Natália era vilã e virou mocinha, e a Cristina, que era terrível).
      Sobre homens, eu tento mostrar os dois lados... Nessa história eu não coloquei os dois no mesmo personagem, porque não tentei ainda fazer um homem "pegador" e romântico. Ai dividi o pegador para o McGold e o romântico para o Edward. E aliás, escrevo sobre os homens românticos, porque sou romântico e vejo uma espécie de "preconceito" quanto a isso... =/

      Sobre o Edward e a Carol, eu os acho fofos, mas gosto dele com a Marina também... (antes não gostava muito dela =/) Mas para todos os efeitos eu já bolei três supostos finais... heheh' É só esperar até março, abril ou maio heheh' A história vai desenrolar bastante ;B

      Beijos ;*

      Excluir
  5. Um super P.S.: Para eu declarar a minha IMENSA felicidade por agora assinar o blog como Aníbal e não mais como Edward hehehe' Pelo menos posso chamar a BeAz de mamãe e a Meg de vó kkk'

    ResponderExcluir